Hoteis Nova York 1

Hotéis em Nova York

Hotéis em Nova York – 10 hotéis testados e aprovados!

Nova York é uma das cidades mais procuradas por brasileiros no exterior e uma das mais difíceis para encontrar um hotel, já que as possibilidades são inúmeras! Para facilitar a busca pelo hotel perfeito para a viagem, estive na cidade e me hospedei em 12 hotéis em Nova York! A viagem foi paga pelo Melhores Hotéis e o texto reflete minha opinião sobre a experiência.

Hotéis em Nova York

Antes de mais nada, é preciso saber que hospedar-se em Nova York, no geral, é caro para os padrões brasileiros. Os espaços na cidade são muito valorizados e cada vez mais concorridos e os altos valores refletem também nas diárias dos hotéis. Um fator positivo sobre a hotelaria local é que a variedade de hotéis é enorme, espalhada pelos mais diversos bairros, com diferentes faixas de preço e comodidades para todos os gostos!

Uma lembrança importante é que Nova York recebe turistas o ano inteiro, mas em determinadas datas como férias (julho, agosto), feriados e festas de fim de ano têm tarifas mais caras nos hotéis. Algo que ficou claro em nossas pesquisas é que os hotéis costumam ter diárias mais baratas nos fins de semana do que nos dias úteis e, caso você queira ficar poucos dias, viajar nesse período pode representar alguma economia.

É normal os quartos dos hotéis serem pequenos, não terem frigobar, por exemplo, e às vezes não terem na diária o café da manhã incluído — esse é o padrão da hotelaria local e é preciso compreender que é normal para a cidade. Outra informação importante é a respeito dos impostos: em todos os hotéis são cobrados 14,75% de imposto + US$3,50 de imposto municipal por diária. Há hotéis que cobram ainda a chamada “resort fee”, uma taxa que não tem valor fixo, cada hotel cobra (ou não) um determinado valor, que é pago por diária — essa taxa geralmente é revertida em serviços para o hóspede, como Wi-Fi, minutos para usar o telefone e outras facilidades.

Em um primeiro momento, pode parecer difícil decidir onde se hospedar, mas esse post certamente poderá te ajudar na escolha!

Onde ficar em Nova York

Nova York é uma cidade grande, que compreende 5 distritos: Manhattan, Brooklyn, Staten Island, Bronx e Queens. O mais famoso deles e onde ficam as principais atrações da cidade é Manhattan. Ali estão o Central Park, Quinta Avenida, Empire State Building e a Times Square. Independentemente do local que você escolha como hospedagem, é importante sempre hospedar-se próximo de uma estação do metrô, porque dessa forma você consegue se locomover a outras áreas de Nova York com facilidade.

Manhattan, por suas atrações e maravilhosa estrutura, é também a principal escolha de hospedagem dos turistas que visitam a cidade, em especial daqueles que querem ficar bem localizados. O que nem todo mundo se dá conta antes de começar a pesquisar sobre a viagem é que Manhattan é enorme! Vamos, então, falar um pouco sobre as principais áreas da ilha.

Downtown  (Lower Manhattan): foi ali que a cidade começou, essa é, portanto, a parte histórica da cidade. Ficam em Lower Manhattan a emblemática Wall Street, a bolsa de valores de Nova York, o World Trade Center, o 9/11 Memorial e o barco que leva até a Estátua da Liberdade. Downtown compreende o sul da ilha até a 14a St, ou seja, fazem parte dela o Soho, Chinatown, Tribeca, Little Italy, o distrito financeiro e o East Village.

Midtown: essa é “a área” de Manhattan, popular entre os turistas e empresários. Aqui ficam dezenas de arranha-céus e grande parte das atrações turísticas da cidade, entre elas a Times Square, Rockefeller Center, Penn Station, Bryant Park, Grand Central Terminal, Port Authority Bus Terminal etc. Pode-se considerar Midtown como a área compreendida entre as ruas 14 e 59, que é onde se inicia o Central Park. É uma ótima região para se hospedar, principalmente no miolinho formado pela 34th e 59th St e redondezas das 5a, 7a e 8a Avenida, que têm movimento constante. Fazem parte de Midtown: Chelsea, Meatpacking, a região da Times Square e Theather District, Hell’s Kitchen, Columbus Circle, entre outros.

Uptown: é a região mais ao norte de Manhattan. Sua divisão não é muito clara, mas pode-se dizer que seria a área a partir da 59th St ao norte da ilha, onde estão bairros como os nobres bairros do Upper East Side e Upper West Side e o Harlem, conhecido por sua história musical. Essa é uma área de ruas mais residenciais e pode ser uma boa opção para quem procura um local mais tranquilo para ficar.

Além das macrodivisões comentadas acima, existem algumas áreas que merecem destaque especial. É importante saber que às vezes usamos uma atração para usar como referência e evidenciar a região onde está um hotel, por exemplo. O emblemático hotel Pennsylvania fica próximo da Penn Station, que é uma área com um baita comércio — para muitas pessoas, costuma ser mais fácil identificar essa área usando como referência a Penn Station.

Columbus Circle: localizada na entrada sudoeste do Central Park, essa é uma área ótima para quem quer ficar perto do parque e de um centro comercial e supermercado. A área é nobre, tem vários hotéis e ótimos restaurantes para tomar um brunch.

Times Square: os arredores da Time Square e Theather District são uma excelente alternativa de hospedagem para quem quer ficar bem centralizado, ter fácil acesso a restaurantes, lojas e espetáculos da Broadway. Certamente é uma das melhores áreas para quem está em Nova York pela primeira vez e quer ficar em um lugar com comércio aberto até altas horas.

Entorno da Penn Station: a área tem bastante comércio, é ideal para compras e tem a facilidade de estar perto da estação de trens, do Empire State, Port Authority e de lojas como a incrível Macy’s, H&M, Zara e B&H.

Entorno da Grand Central: a Grand Central, estação de trens de Nova York, além de ter um ótimo comércio e oferecer transporte para todo lado da cidade, está em uma área indicada procura localização central em Manhattan. A estação está próxima do Bryant Park e de restaurantes.

Chelsea: bairro descolado de NY, com galerias de artes e atrações como o Chelsea Market, High Line e Hudson River Park (um parque às margens do rio Hudson). Pode ser uma área de hospedagem legal para quem quer fugir um pouco do tumulto e busca uma região com mais residências.

Soho: em alta, esse é um bairro com as lojas “do momento” em Nova York. A região é jovem e tem um mix de lojas elegantes e despojadas. A quantidade de hotéis na região não é tão grande, mas muitos são estilo hotel boutique e dão um destaque especial para decoração.

Financial District: localizado em Lower Manhattan, a área do distrito financeiro é ideal para quem viaja a trabalho ou para quem gosta de um ambiente mais sossegado. A região guarda alguns pontos turísticos históricos, tem movimento durante o dia, mas é tranquila pela noite.

Hotéis em Nova York testados e aprovados

Hotéis na Times Square

ROW NYC – Muito conhecido em Nova York e querido pelos brasileiros, o ROW é um hotel na área da Times Square, com uma excelente localização, estrutura e bom custo/benefício. O hotel tem um estilo moderno e grande quantidade de quartos em cada andar. Os quartos são pequenos, mas suficientemente confortáveis. A decoração interna é atual e alegre, com área para usar computadores. No térreo, funciona um restaurante, uma lojinha de lembranças e de itens básicos e uma praça de alimentação com várias opções de comida. A quantidade de hóspedes no hotel é bastante grande, por isso os elevadores atendem a andares específicos, de forma a agilizar o transporte. Algo comum, por causa da rotatividade de pessoas, é que as filas de check-in e check-out são longas, então, se puder, inicie seu check-in (ou check-out) online. Veja mais avaliações sobre o ROW NYC at Times Square.

CitizenM Times Square – Uma bela surpresa em Nova York, o CitizenM é o tipo de hotel novo, ideal para gosta de propostas modernas e inovadoras. No local, você faz seu próprio check-in e check-out. Todo o quarto é automatizado — tudo é controlado por um iPad, inclusive as cortinas, televisão e temperatura do ambiente. O espaço do quarto é pequeno, porém bem aproveitado, e em todas as amenidades há frases divertidas. O quarto tem uma cama grande e muito confortável, frigobar, e a acústica é excelente para quem tem dificuldade em dormir com barulhos externos. O banheiro é pequeno, mas o chuveiro tem uma ótima ducha. O lobby é muito bem decorado e tem um pequeno bar para lanches; nos andares superiores, há um rooftop e academia com uma vista superbonita da cidade. São poucos apartamentos por andar, o que garante um pouco mais de sossego, e a proposta da rede CitizenM é similar nas outras cidades onde se faz presente. Leia outras avaliações sobre o CitizenM New York Times Square.

Hotel Edison – Perfeito para quem procura uma hospedagem na Times Square, o Edison é um hotel antigo que vem passando por reformulações e tem quartos reformados. As acomodações são simples e geralmente os quartos são pequenos, mas dignos. A cama pode deixar um pouco a desejar no quesito “conforto”, mas a excelente localização compensa pequenos deslizes, como o elevador de manhã que sempre fica cheio. O local conta com uma pequena academia, máquinas de autosserviço e a limpeza do quarto. Durante minha experiência, o atendimento foi simpático e o preço compatível com os serviços prestados. Leia mais avaliações sobre o Hotel Edison Times Square.

Columbus Circle e proximidades

Hudson  New York – O hotel está a poucos metros da Columbus Circle e do Central Park, a poucos metros de uma Starbucks e do supermercado Whole Foods (ótimo para quem gosta de comida saudável). Ele tem uma localização ótima para quem deseja ter comércio por perto ou ficar próximo ao Central Park. É um hotel de grande porte, com muitos quartos e que tem um estilo mais descolado e jovem. Na decoração, usa-se bastante madeira e o lobby é muito diferente, com um teto de plantas. Para quem gosta de sair à noite, o hotel também é uma boa alternativa, pois tem três bares e quem não quiser ir muito longe nem precisa sair do hotel para se divertir. Os quartos de categoria mais simples são pequenos, assim como o banheiro, porém com tamanho suficiente para quem gosta de bater perna na rua e procura um lugar tranquilo para dormir. O atendimento em minha experiência foi bom. Leia mais avaliações reais sobre o Hudson New York Central Park.

Park CentralTambém localizado em um ponto estratégico de Manhattan, entre o Central Park e a Times Square, o Park Central é um hotel de grande porte que faz um estilo mais refinado. Seus quartos são reformados, com decoração sóbria padrão quarto executivo, quartos e banheiros espaçosos. Para quem gosta de desfrutar do quarto, a televisão é grande, a cama é macia e também espaçosa. É uma boa alternativa para quem deseja ficar em um ambiente mais refinado e elegante. O hotel tem muitos quartos, é aconchegante, tem um lobby muito bonito e pequena academia. Leia mais avaliações sobre o Park Central.

Wellington Hotel – Localizado na frente de uma estação do metrô, com Starbucks a poucos metros e vários restaurantes por perto (como a famosa hamburgueria Burger Joint), o Wellington é uma opção de hospedagem próxima ao Central Park e Times Square. É um hotel mais antigo, com decoração clássica e quartos confortáveis, sem serem apertados. O banheiro tem um estilo antigo, o quarto é aconchegante, com carpete, e o serviço em minha experiência foi razoável. Há de se considerar que, embora tenha uma ótima localização, o Wi-Fi nesse hotel não é gratuito e alguns quartos virados para a rua podem ser barulhentos — prefira um quarto voltado para a área interna. Leia outras avaliações reais sobre o Wellington Hotel.

Grand Central e arredores – Midtown

Pod 39 – Bem localizado, pertinho da Grand Central e do agradável Bryant Park, o POD 39 é uma das melhores opções de hotéis em Nova York para quem quer pagar pouco na hospedagem e ter um lugar limpo e confortável para dormir. Os quartos são bem pequenos, com pouco espaço mesmo, mas isso faz o local ser econômico. É o tipo de hospedagem indicada para quem passa o dia na rua, sem a intenção de desfrutar tanto das comodidades da hospedagem. É uma boa alternativa para quem quer conhecer pessoas diferentes, sem estar em um hostel — como o hotel tem um bar de comida mexicana no térreo e um rooftop, sempre há pessoas novas visitando os bares, inclusive não hóspedes. Leia mais avaliações sobre o POD 39.

Distrikt Hotel – Fazendo uma linha mais confortável, o Distrikt é uma alternativa ótima para quem procura um espaço bem localizado e aconchegante. O hotel é novo, tem poucos quartos por andar e, apesar de estar próximo a uma área bastante movimentada, tem quartos silenciosos. Ele está pertinho da Port Authority e de um Dean & Deluca, que é ótimo para comidas rápidas. Sua cama é grande, a roupa de cama macia, o banheiro é espaçoso e o aquecedor funciona bem. Recomendo a quem quer passear pela cidade durante o dia e poder descansar em um bom hotel à noite. Leia mais sobre o Distrikt Hotel New York City.

Lower Manhattan

Holiday Inn Financial District – Localizado no distrito financeiro, esse é o hotel da rede Holiday Inn mais alto do mundo. Ele está em uma área bastante silenciosa durante a noite e próximo de lojas, shoppings e do 9/11 Memorial. O quarto é pequeno, mas possui bastantes tomadas, o que é ótimo para quem precisa carregar seus dispositivos eletrônicos. O hotel conta com academia, restaurante no térreo e estação com computadores. É uma boa para quem quer conhecer a pé a Lower Manhattan e a área histórica de NY, uma das mais legais para caminhar em Manhattan. Leia mais avaliações sobre o Holiday Inn Manhattan Financial District.

Soho

Sohotel – Instalado no Soho, perto de Little Italy e Chinatown, o Sohotel é um hotel boutique “diferentão”, que foge dos quartos padronizados dos hotéis em NY. Ele está localizado em um edifício antigo, sem elevador, tem um interior bastante charmoso e aconchegante, com decoração de estilo luxuoso. Seus quartos têm configurações diferentes, sendo os mais simples deles com um espaço pequeno — o banheiro, principalmente, é pequeno e simples. A equipe foi de extrema simpatia em minha experiência e me deixou bastante à vontade. Foi oferecido um check-in mais cedo e, caso quisesse entrar no quarto mais tarde, haveria um upgrade de quartos. O bairro do hotel é jovem, no térreo há um restaurante e a cerca de 5 minutos de caminhada, uma estação de metrô. Leia mais avaliações reais sobre o Sohotel.

Long Island

Boro Hotel – Hotel novo, com design clean, localizado em Long Island. Seus quartos são espaçosos, com varanda e muitos deles com vista para Manhattan. A cama é superconfortável, com boas roupas de cama — do tipo que a gente deita e quer ficar por lá mesmo. O bairro silencioso, em uma área sem muito comércio, com metrô a poucas quadras, a cerca de 20 minutos da Times Square. A equipe foi bastante cordial em minha experiência e o hotel tem um rooftop com paisagem muito bonita! O café da manhã (à parte), custa US$12 por pessoa. Leia mais informações sobre o Boro Hotel.

Bônus 

Hi NYC Hostel – Localizado no Upper West Side, área mais residencial da cidade, o hostel é uma excelente alternativa para quem quer gastar pouco com hospedagem. Ele tem uma ótima estrutura, tem atendentes simpáticos e áreas comuns agradáveis para socializar. Os quartos possuem diferentes configurações e diferentes níveis de conforto. Além do público jovem, que é normal em um hostel, o local também recebe pessoas mais maduras. O café da manhã está incluído na diária e no térreo há uma lanchonete com várias opções de lanches. O hostel organiza passeios para seus hóspedes e para quem viaja sozinho é uma ótima maneira de encontrar companhia. Certamente é uma ótima alternativa para quem quer economizar e está disposto a dividir o banheiro durante a viagem! Leia mais avaliações sobre o Hi NYC Hostel.

Hotel Pennsylvania – O Pennsylvania é um hotel antigo e histórico de Nova York, bastante emblemático e já conhecido entre turistas. É uma alternativa popular e que muita gente busca quando a intenção é economizar com hospedagem. O hotel é enorme, tem mais de 1500 quartos e diversos apartamentos por andar. Sua localização é excelente, perto da Penn Station, bem em frente ao Madison Square Garden e próximo de muitas lojas. Na ocasião, foi permitido o check-in mais cedo e o check-out é facilitado, bastante simples. Embora tenha realmente seus pontos positivos, como a localização e as diárias baratas, não achei a experiência satisfatória e não indico o hotel para férias na cidade. O Pennsylvania é um hotel antigo, mal conservado e deixa a desejar em questão de limpeza. A internet é paga e, para deixar as malas depois do check-out, é necessário pagar US$5 por volume, o que também pesa contra o lugar. Leia outras avaliações sobre o Hotel Pennsylvania.

O Melhores Hotéis é feito em parceria com o Melhores Destinos e Guia de Destinos. Confira o guia de Nova York, com tudo que você precisa saber sobre a cidade e veja passagens para Nova York.

Este artigo foi escrito porCamille Panzera